Peça já o seu
familia

Blog de TODOS

Acompanhe os principais temas sobre saúde, qualidade de vida e muito mais

familia
PreparaTodos

Volta às aulas: veja como preparar as crianças e adaptar-se à nova rotina

A pandemia de Covid-19 virou o mundo de cabeça para baixo. Para quem tem criança em casa, conciliar trabalho, afazeres domésticos e cuidados com os pequenos certamente esteve entre os desafios. Agora, com a rotina já mais adaptada a essa nova realidade, a volta às aulas pode representar uma outra fase complexa.

Afinal, os pequenos passaram um bom tempo em casa, e é normal que tenham perdido certos hábitos de estudo. Além disso, a metodologia da Educação a Distância (EAD) é novidade para muita gente e, mesmo para os que têm aulas presenciais, o ensino híbrido e a escala reduzida deixam tudo diferente do que era antigamente.

A ótima notícia é que, com um pouco de organização e muita conversa, esse momento pode ser mais fácil para todo mundo. Veja só algumas dicas!

Defina uma rotina para as crianças

Nessa época de inseguranças e rotinas modificadas, ter um cotidiano minimamente organizado é necessário para conviver bem em família, principalmente para quem tem filhos. Para os pequenos em volta às aulas, essa necessidade é ainda maior.

Isso porque o início de um ano letivo é sempre motivo de frio na barriga, em maior ou menor medida. Depois de tanto tempo de férias e de um ano maluco como foi 2020, as crianças podem se sentir ainda mais ansiosas.

Por isso, estabeleça horários para os afazeres mais importantes do dia, por exemplo: acordar, fazer as atividades com as crianças, almoçar, jantar, tomar banho e dormir. Ter o sono e a alimentação nos trilhos é fundamental para que a criança se adapte melhor à nova rotina de estudos.

Como as recomendações oficiais são de que as escolas trabalhem com uma quantidade reduzida de alunos, seu filho pode ter uma escala de aulas, por exemplo, uma semana sim e outra não. Dessa forma, o cuidado com os horários em casa é ainda mais importante.

Instrua seus filhos a respeito dos cuidados de prevenção

Essa dica vale para todo mundo: é importante ficar sempre de olho nas orientações para reduzir as chances de contágio. Máscara, álcool em gel e mãos fora do rosto são as máximas que devem ser ditas e reforçadas sempre, principalmente para crianças que voltarão a ter aulas presenciais.

Converse com o pequeno e explique que ele não pode ficar tão perto de seus amiguinhos nem dividir seus pertences, como lápis e garrafa de água. Por menor que seja a criança, ela conseguirá entender os riscos de ficar doente.

Organize os materiais de segurança contra a Covid-19

Para os pequenos que voltarão para a escola, certamente os professores e diretores farão recomendações quanto ao uso de materiais e itens de segurança. De todo modo, vale a pena providenciar pelo menos umas 4 máscaras a mais para o seu filho. 

Assim, ele poderá trocar várias vezes ao dia e não se esqueça de orientá-lo sobre a forma correta de manusear a máscara, tocando somente nos elásticos. Além disso, providencie saquinhos zip para colocar as máscaras limpas e as usadas separadamente.

A escola certamente contará com álcool em gel nas entradas. Porém, se o seu filho já tem idade suficiente para manusear esse produto, também é legal separar um recipiente pequeno para que ele leve na bolsa.

Por fim, cuide para que todos os materiais didáticos sejam de fácil higienização. Mochilas e estojos revestidos de plástico são preferíveis neste momento, já que podem ser esterilizados com álcool em gel todos os dias, diferentemente dos materiais de tecido.

Prepare um cantinho de estudos em casa

Agora, para as crianças que terão ensino EAD, procure preparar um cantinho de estudos em casa. Não precisa ser muito: uma mesa com cadeira em um lugar iluminado já dá certo. Além disso, é fundamental que não haja muita movimentação de pessoas e barulho para não prejudicar o rendimento da criança.

Assistir às aulas todos os dias no mesmo lugar é importante para que o pequeno encare a rotina de estudos seriamente, como se estivesse na escola. O mesmo vale para o horário, caso os professores deixem as aulas gravadas em vez de transmiti-las ao vivo.

Tenha momentos de conversa sobre os estudos

Neste momento de adaptação para todos, não existe certo ou errado, mas sim aquilo que funciona na sua casa. Para chegar a uma organização de rotina e procedimentos com os quais o seu filho se dê bem, o caminho é conversar muito!

Todos os dias, aproveite alguma oportunidade como o horário das refeições para perguntar o que ele tem gostado no ensino remoto ou no retorno presencial, se ele sente falta de alguma coisa e, é claro, reforçar a necessidade de todo mundo se cuidar nesse momento.

Assim, aos poucos, sua família conseguirá chegar a uma nova rotina que se encaixe bem nas necessidades de cada um e ajude a manter o pensamento positivo e proporcionar um bom rendimento nos estudos dos pequenos.

Mantenha-se sempre em contato com a escola

No mesmo sentido, a participação familiar na escola é o segredo do sucesso na educação das crianças e adolescentes. Nem precisamos falar que, nesse contexto pandêmico, o diálogo entre pais e professores é ainda mais benéfico, não é?

Não hesite em contatar a escola sempre que tiver alguma dúvida sobre os procedimentos adotados, quiser conversar sobre o comportamento do seu filho nesse retorno ou pedir dicas em relação à melhor forma de guiar as atividades em casa. 

Mais do que nunca, a família exerce um papel protagonista no aprendizado dos pequenos. Afinal, mesmo para os alunos que terão aulas presenciais, boa parte dos conteúdos será vista em casa devido às escalas reduzidas. Então, é muito positivo conversar com os professores para que essa prática traga resultados tão bons quanto a sala de aula.

A volta às aulas em meio à pandemia de Covid-19 exige muita organização. Desenhar uma rotina é o primeiro grande passo, até mesmo para que os pais consigam reservar o tempo necessário para ajudar os pequenos nessa jornada de aprendizado. Além disso, é fundamental organizar os materiais e apostar no diálogo em família e com a escola.

Gostou das dicas? Então, acompanhe as redes sociais (Instagram e Facebook) do Cartão de TODOS para ficar por dentro de novos conteúdos sobre saúde e qualidade de vida.

Tópicos: Crianças


Posts recentes

Cartão de TODOS promove intercâmbio cultural por meio da culinária

read more

4 sintomas da anemia infantil para ficar de olho

read more

O Cartão de TODOS cobre exames? Entenda

read more