Peça já o seu
familia

Blog de TODOS

Acompanhe os principais temas sobre saúde, qualidade de vida e muito mais

familia
PreparaTodos

Quer viajar gastando pouco? Leia este post e saiba como!

Viajar está no topo da lista de desejos para milhares de pessoas. Fugir da rotina e conhecer novos lugares é mesmo uma experiência maravilhosa. Melhor ainda é conseguir viajar gastando pouco, concorda?

Há muitas opções famosas, ou até menos conhecidas, que podem proporcionar ótimas experiências sem custos tão altos. A questão é que, para colocar essa ideia em prática é preciso planejar as suas viagens. Para ajudar você nessa missão, temos uma série de dicas interessantes. Confira a seguir!

Pesquise destinos econômicos

Se você não está com dinheiro sobrando para investir em uma grande viagem, saiba que esse não é um motivo para deixar de fazer as malas e se divertir. Viajar barato é possível, mas é essencial fazer pesquisas antes para não correr o risco de escolher um local que não combine com a quantia que você pode ou deseja gastar.

Então, a primeira dica é procurar destinos mais econômicos e fazer uma seleção daqueles que mais gostar. Depois, é preciso dar uma olhada no preço das passagens aéreas e nas outras alternativas de transporte.

Também é importante olhar o conjunto de despesas. Ou seja, de nada adianta comprar uma passagem aérea barata para um destino caro, por exemplo. Os preços de acomodação, alimentação, passeios e outros elementos que compõem a viagem devem estar no seu radar.

Pesquise sobre as atrações oferecidas em cada um dos lugares para montar uma programação de gastos, mesmo que inicialmente seja com algumas suposições de valores.

Para conseguir uma perspectiva próxima da realidade, aproveite que a internet está cheia de informações ou converse com pessoas que visitaram o local. Evite tomar decisões sem ter um máximo de informações, pois assim você conseguirá evitar frustrações.

Aposte na baixa temporada

Viajar em feriados, férias ou outro período que for considerado como alta temporada pode ser bem mais caro. Só que tudo depende do destino no qual você tem interesse.

A estação do ano é um dos fatores de influência. Nas praias, por exemplo, há um aumento da demanda no verão, o que encarece os valores. Buscar a baixa temporada é justamente fazer a sua viagem na época com menor visitação. Para atrair os viajantes nessas fases mais tranquilas, é comum que os estabelecimentos realizem promoções e abaixem os preços.

Ative os alertas de preço

As tecnologias ajudam muito na pesquisa de bons preços, e uma das facilidades é poder ativar os alertas. Há vários sites e aplicativos que oferecem esse serviço de monitoramento de preços, enviando mensagens quando aparecem valores atrativos.

Normalmente, você define as suas preferências de destino e sinaliza que quer receber as promoções. Assim, não precisa ficar entrando toda hora para conferir como estão as propostas e não corre o risco de perder uma oferta que estava esperando. Apenas tome cuidado para comprar pela internet com segurança!

Opte por meios de hospedagem alternativos

Os melhores hotéis de cada destino, com certeza, serão as opções mais caras. Conforto e padrão de serviço afetam diretamente os valores cobrados, por mais que não seja um destino tão caro.

Se não encontrar algo que caiba no seu bolso, uma boa ideia é buscar por meios de hospedagem alternativos — ainda mais se você vai passar a maior parte do tempo passeando e precisa só de um lugar para dormir. Algumas sugestões são: hostel, quarto alugado por plataforma digital e até a casa de amigos que moram em outra região.

Planeje as principais refeições

Os gastos com comida podem ser elevados se você não se planejar. A boa notícia é que é possível encontrar refeições de todos os preços na maioria dos destinos, permitindo que cada pessoa escolha o que cabe no seu orçamento.

Nesse caso, a dica é estabelecer quanto você pretende gastar por dia e explorar o local em busca de opções. Quem quiser pagar mais barato deve fugir de regiões muito turísticas.

Outra sugestão é equilibrar as despesas, fazendo somente uma refeição mais cara (tipo almoço ou jantar) e outras econômicas ao longo do dia. Uma pequena compra no supermercado pode salvar suas economias, inclusive com lanches que podem ser facilmente transportados.

Se a hospedagem tiver alguma cozinha de apoio, vale preparar seus alimentos em casa para economizar e deixar uma grana para conhecer restaurantes bem recomendados. Tome cuidado com a falta de planejamento para não acabar sentindo muita fome e gastando mais do que deveria!

Nunca dispense o seguro viagem

Ter um seguro viagem é de extrema importância — principalmente se você vai sair do país. Aliás, esse é um requisito para entrar em alguns países. É aquela velha história de pensamento positivo: comprar e torcer para não precisar.

Nunca se sabe que tipos de imprevistos podem acontecer, e nada pior do que fazer uma dívida enquanto a intenção era viajar barato e ficar com a sua saúde desprotegida.

Existem diversas histórias de pessoas que quebraram alguma parte do corpo, foram internadas, tiveram crises ou passaram por situações que não esperavam. Logo, o seguro é uma tranquilidade para o seu bem-estar, assim como para o seu bolso. Leve essa lição para o futuro e nunca deixe sua saúde de lado!

Peça dicas aos moradores locais

Muitas vezes, as opções turísticas são mais caras. Isso inclui desde restaurantes até passeios e compras. Para evitar gastar tanto, vale pedir indicações para os moradores locais sobre o que você está buscando.

O supermercado na avenida principal de uma cidade pode ter um preço bem diferente de outro estabelecimento que está a dois quarteirões de distância. O prato famoso da culinária regional também pode ser mais barato (e até mais gostoso) em restaurantes menos conhecidos.

Os "segredos" geralmente estão com as pessoas que moram por ali e conhecem as oportunidades. Não dispense uma conversa simpática para pedir sugestões!

Conte com os benefícios do Cartão de TODOS

Por último, mas não menos importante, ter o seu Cartão de TODOS também ajuda a viajar barato. Não sabe como? Com ele, você tem acesso a descontos com parceiros espalhados no Brasil inteiro e consegue economizar ainda mais.

São mais de 12 mil estabelecimentos credenciados, incluindo farmácias, hotéis, lojas, restaurantes, parques etc. O melhor é que você pode variar os destinos e mesmo assim aproveitar os benefícios.

E aí, gostou das nossas dicas? Então, entre em contato conosco para fazer o seu Cartão de TODOS para viajar gastando pouco!

Tópicos: Economia


Posts recentes

6 mitos e verdades sobre o anticoncepcional: acabe de vez com suas dúvidas

read more

Afinal, como cuidar da saúde sem sair de casa? Descubra!

read more

Seu IMC está normal? Saiba como calcular esse índice

read more